Psicodelia da causa operada

O Partido da Causa Operada insiste em dar pirueta para defender sua tese estapafúrdia.

De forma falaciosa, dizem que a esquerda e a direita querem aumento das penas para crimes como o estupro, mas não houve nenhuma movimentação em direção a isso. Que, por estarmos em um regime pós-golpe, isso daria margem a mais prisões de “pobres e negros” por estupro. Só que vejamos: em todo regime pós-golpe, em toda ditadura burguesa, o estupro é um crime amplamente cometido pelos próprios agentes do estado burguês, sem punição, durante sessões de tortura (que têm como vítimas também homens), por exemplo. Por que o estado burguês aumentaria a pena para esse crime se ele serve a essa burguesia como forma de repressão? 


Rui Costa Pimenta, por meio de seu grupo de adoradores travestido de partido, também jura que o encarceramento vai aumentar se a lei for cumprida para os crimes de estupro. Mais uma vez, recorre a um dado real (aumento de pessoas no sistema prisional) com um argumento falacioso. Os mais de 500% a mais de presos são devidos à Lei de Drogas, aprovada no governo do PT, que visa à punição de uma parcela ainda maior do povo pobre: os miseráveis que fumam ou traficam crack (já que a discussão sobre quantidade para uso e tráfico é obscura). Ou seja, a explosão do sistema carcerário não está acontecendo por causa de crimes contra a integridade física ou a vida. O estupro, pelo fato de que é um crime subnotificado, nunca vai dar margem a mais encarceramento. A culpabilização da vítima é um dos principais motivos: por que, na situação atual, uma vítima vai abrir um processo contra si mesma, ter sua vida investigada, passar por humilhações que vão desde a denúncia até o desfecho (na maioria das vezes) a favor do estuprador? 
Devemos lembrar o caso Mariana Ferrer, a moça que foi drogada e estuprada por um empresário rico e que acabou sendo solucionado com a absolvição do réu, “por falta de provas”. Sêmen, testemunhas, uso de violência, todas essas provas presentes.


Aí vem o Rui Costa Pimenta e jura que o crime mais caro à burguesia, que mantém mais de metade da humanidade sob o seu jugo, de um dia para o outro vai passar a ser mais punido só porque um jogador de futebol milionário foi impedido pela “esquerda” de fechar um contrato milionário com um time depois de ser condenado pela justiça italiana por estupro.

Só gostaríamos de saber até quando esse partideco insignificante vai desmerecer um caso de violência contra uma minoria?


Confiram os textos psicodélicos na íntegra. Boa sorte!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: